X
Voltar ao topo
copos de vinho a comprar

Copos de Vinho a Comprar

lavinia portugal

Neste artigo ajudo a escolher os copos de vinho a comprar e ter em casa para desfrutar melhor do vinho e como os cuidar para terem vida longa!

Tudo sobre copos

A escolha do copo de vinho certo é um dos aspectos mais importantes para disfrutar ao máximo da sua bebida favorita. Hoje falo-lhe do que considero ser importante a ter em conta na hora de considerar os copos de vinho a comprar.

Hoje em dia existem dezenas de tipos de copos diferentes, de várias marcas e vários formatos. Não só para provar os diferentes tipos de vinho branco, tinto ou espumante, mas inclusivamente copos desenhados para provar os diferentes tipos de casta!

Sim, porque um Pinot Noir nada tem a ver com um Cabernet Sauvignon e beber Chardonnay em copo de Sauvignon Blanc é uma experiência totalmente diferente! Parece estranho mas é verdade, pode ler este artigo para perceber melhor o que estou a dizer.

Mas não é disso que falo aqui, a ideia é mesmo simplificar a sua vida e melhorar a sua relação com o copo de vinho!

Antes de mais, deixo-lhe algumas dicas para que esteja informado quando estiver a considerar os copos de vinho a comprar. Atualmente estão disponíveis para compra em supermercados e lojas de decoração, decentes e a bom preço.

  1.  Sempre copo de pé alto! O clássico copo de vinho que aparece nos emojis do seu teclado. É esse mesmo. O pé ou a haste do copo está lá por alguma razão e não é estética, é mesmo para se agarrar no copo por ali, se segurar pela taça, está aquecer o vinho com o calor das mãos.
  2. Eu sei que queremos sempre comprar os copos mais grossos, espessos porque são mais resistentes e não se partem tanto, mas procure copos de vidro mais fino e elegante. Na verdade, o ideal é copo de cristal mesmo.
  3. Compre pelo menos dois tamanhos ou formato de copo diferente. Não digo para comprar um copo para cada casta… mas ainda assim, recomendo ter em casa dois e ir utilizando conforme o tipo de vinho. 

Existe sim, o copo universal que foi exactamente feito para se adaptar a todos os tipos de vinho e pode comprar esse apenas. No entanto, se pretende fazer um upgrade no seu conhecimento de vinhos, recomendo ir um pouco mais longe.

vinho em inglaterra

Qual a importância de copos diferentes?

Porque também os vinhos o são. Não é só uma questão de branco ou tinto, tem mais a ver com a idade do vinho, a sua estrutura ou a sua complexidade.

Os vinhos com mais idade e aromas mais delicados devem ser preservados em copos com barriga mais larga e boca mais fechada para que os aromas se mantenham dentro do copo por mais tempo. Não são vinhos feitos para agitar muito, é para os deixar sossegados e beber com calma.

Os vinhos com mais madeira ou mais jovens, beneficiam de algum arejamento, portanto devem ser servidos em copos um pouco mais longo e barriga menos larga. Estes sim, devem ser agitados, deixar libertar os aromas.

Mantendo esta mesma logica de pensamento – e usando os mesmos dois copos:

O espumante, por ter gás pode ser servido no copo mais “gordo” e de boca mais fechada porque o espumante não é um tipo de vinho que precise ser agitado.

Já os vinhos fortificados, como por exemplo o Porto, como se serve em menor quantidade que os vinhos de mesa e têm aromas bastantes intensos, podem ser servidos nos copos de vinhos jovens que falei antes.

lavinia portugal

Como limpar e guardar os copos?

Depois de beber vinho, a lavagem do copo é também muito importante. Se os copos couberem na máquina, então avance sem medos, desde que os coloque de forma bem estável na prateleira de cima, vai correr tudo bem.

Se optar por lavar à mão, use água morna ou fria e o mínimo de detergente possível para evitar que, por mais que se limpe, fiquem resquícios no copo.

Se ainda tiver tempo e paciência, limpe logo o copo com um pano para não ficar com manchas de água.

Quando for guardar, evite aqueles armários de madeira a cheirar a mofo! De preferência, guardem em prateleiras abertas na sala, longe da cozinha e dos cheiros da comida.

Tudo sobre decantadores

Se por um lado falamos de Copos de Vinho a comprar, uma questão que poderá ficar em aberto será o facto de comprar ou não um decantador.

O principal objetivo de um decantador é armazenar e servir vinho e permitir que ele respire, e por respirar, entende-se oxigenar um pouco. Mas é maioritariamente usado para servir vinhos que tenham alguma porção de sedimentos no fundo da garrafa, que ao ser decantado, conseguimos separar a parte líquida desses mesmos sedimentos.

Assim, a decantação vai ajudar a melhorar a qualidade e sabor do vinho, e transformá-lo num vinho mais claro e límpido.

Que vinhos devem ser decantados?

Principalmente vinhos tintos mais encorpados e complexos, como os vinhos velhos que podem ter sedimentos acumulados no fundo da garrafa.

Por isso, ao transferir o vinho da garrafa para o decanter, é importante fazê-lo com cuidado e evitar agitar o sedimento que se acumula no fundo.

Geralmente, o vinho é servido lentamente, até que se alcancem os sedimentos. Aí para-se, mesmo que fique um pouco de vinho para trás.

O mesmo pode acontecer com vinhos brancos, embora não tão frequentemente. Mas sendo vinhos brancos muito antigos, como resultado de um envelhecimento longo, poderão ter alguns sedimentos que queremos separar, ou poderemos querer abrir aromas que estão escondidos.

Por outro lado, vinhos tintos relativamente jovens mas mais encorpados, com muita estrutura e taninos, podem também beneficiar da decantação. Se um vinho está muito fechado, ou seja, com cheiro do álcool ou da madeira a sobrepôr-se aos aromas da fruta, a decantação pode ajudar bastante.

No entanto nem todos os vinhos precisam ser decantados.

Em geral, os vinhos jovens, leves e frutados não precisam ser decantados, porque não têm sedimentos e não precisam de muito arejamento para liberar seus aromas e sabores.

Além disso, alguns vinhos tintos mais leves e delicados podem inclusivamente perder seus aromas e sabores se forem decantados por muito tempo.

Quais os cuidados a ter antes de decantar um vinho?

No caso de estarmos a decantar um vinho velho com sedimentos, então faz sentido deixar a garrafa um dia antes na posição vertical, ou pelo menos com 12 horas de antecedência. Assim, todos os sedimentos já terão descido para a parte final da garrafa e a decantação será muito mais fácil.

decantadores

Como limpar um decantador?

Uma das melhores opções para limpar o decanter é enxaguá-los com bastante água. Se os resíduos de vinho não saírem, então experimentem usar uma mistura de gelo picado e sal grosso, agitando bem o vidro que, além de retirar os resíduos, não deixará aromas impróprios no decantador.

Vale a pena ter um decantador em casa?

Na minha opinião sim! Eu tenho, uso pouco, é verdade mas, pelas razões explicadas antes, pode acontecer abrirem um vinho que precise de ser decantado. Além de que, é uma peça de arte bonita e que fica bem em cima da mesa!

Pode também ser uma forma divertida de fazer uma prova cega com os seus amigos, servir o vinho num decantador sem que se veja o rótulo. Portanto, eu recomendo ter um em casa!

Pode também ouvir esta informação no podcast 5 Minutos de Vinho:

COPOS

DECANTADORES