Quer trabalhar em Enoturismo… Mas não sabe como começar? Neste artigo dou sete dicas úteis para iniciar o seu percurso na área do Enoturismo

O enoturismo é uma área fascinante. Junta duas actividades em crescimento em Portugal e no mundo: o turismo e o vinho.

É um sector muito completo, onde se aprende muito sobre cultura, tradição, agricultura, natureza, relações pessoais, gastronomia…. E por isso há cada vez mais produtores de vinho a abrir portas ao enoturismo e, consequentemente, mais procura de emprego nesta área.

Se gostava de trabalhar em Enoturismo mas não sabe por onde começar, leia neste artigo sete dicas úteis para começar o seu percurso no enoturismo, a partir de hoje!

planear uma wine trip

FAZER ENOTURISMO

Isto parece um pouco básico… mas é sem dúvida a melhor forma de aprender sobre este sector.

Comece pela sua região de residência, passar uma tarde numa adega. Depois pegue no carro e vá mais longe. Aos poucos percorra o país ou mesmo o mundo, um país de cada vez.

Visitar adegas, conhecer os diferentes estilos de enoturismo, as diversas dimensões, ver como cada produtor receber e organiza as suas visitas, e, claro, começar a criar contactos, são o primeiro passo para aprender sobre este sector.

IR A FEIRAS DE VINHO

Um pouco no seguimento do ponto anterior, é frequentar feiras para conhecer as caras do mundo vinho e dar-se a conhecer às pessoas do meio. O chamado “ver e ser visto” é muito importante! Aqui já pode fazer uma boa seleção das adegas que quer visitar posteriormente.

Quem diz feiras de vinho, diz também feiras de turismo. Não esquecer que estamos a falar de enoTURISMO e este está cada vez mais representado em feiras como a BTL – Bolsa Turismo de Lisboa por exemplo.

entrevinhas melgaço

TER UM PERFIL DE LinkedIn

Eu chamo-lhe a rede social mais profissional de todas. Se quer entrar no mundo do vinho e enoturismo, crie um perfil de LinkedIn (se já tem, certifique-se que está actualizado).

Faça como noutras redes sociais e siga pessoas e empresas do seu interesse profissional, adira a fóruns e grupos de interesse.

Depois é necessário ser activo na plataforma, interagir com pessoas da mesma área e porque não, publicar ou partilhar artigos para que a sua rede comece a reparar em si!

O LinkedIn tem também a possibilidade de activar notificações de vaga de emprego, basta preencher as funções que tem interesse em desempenhar e mais tarde ou mais cedo começam a surgir ofertas.

sete dicas começar enoturismo

FAZER UM ESTÁGIO DE VINDIMA

Remunerado ou não, é uma mais-valia ter experiência de adega no seu CV.

Eu fiz um estágio de vindima logo no início do meu percurso nos vinhos (não remunerado até) e aprendi imenso, por isso, recomendo! Ficamos a perceber melhor a parte da produção de vinho, trabalhos da adega, todos os materiais que se usam…

E, mais uma vez, fazemos contactos e até amizades para a vida! Porque comigo, estavam também a estagiar pessoas de todo o mundo com quem aprendi e mantenho contacto ainda hoje!

FAZER A CERTIFICAÇÃO WSET – Wine&Spirit Education Trust

Também foi das primeiras formações que fiz assim que comecei a gostar de vinho. WSET é uma certificação de vinhos com reconhecimento internacional e por isso, válida em qualquer parte do mundo onde queira trabalhar. Mais um bom elemento para acrescentar ao seu CV

Os níveis 1 e 2 são bastante acessiveis a quem está a iniciar por isso pode avançar! Depois, com experiência e alguma coragem, avance para os restantes níveis.

Com o WSET vai aprender e provar bastante vinhos do Velho e Novo Mundo e ficar logo com uma ideia muito abrangentes do diversos estilos produzidos nas mais famosas regiões mundiais.

enoturismo como começar

SABER O QUE ESPERAR

O que quero dizer com isto é que Enoturismo não é um trabalho de escritório das 9h às 17h, nem de segunda a sexta e é preciso estar bem ciente disso quando se candidatar a um trabalho em adega.

Também não terá apenas uma função, visto que o enoturismo é uma actividade ainda bastante sazonal e é natural que, nas alturas mais calmas, seja necessário ajuda a rotular vinho, ajuda na vinha, algum trabalho mais comercial e administrativo, enfim, o que for preciso fazer!

Isto acontece ainda mais em estruturas pequenas em que toda a gente faz um pouco de tudo.

Mas isso não é obrigatoriamente mau, antes pelo contrário! Ser multi-tasking so lhe vai ensinar ainda mais sobre o funcionamento de uma adega e sobre o mundo do vinho (que, lamento informar, não é só beber!!!)

curso enoturismo iniciados

FAZER O MEU CURSO Enoturismo: Como Começar

Criei este curso exactamente a pensar em si, que quer trabalhar em Enoturismo mas não sabe por onde começar!

Ao longo de 10 módulos em videos pré-gravados, dou-lhe bases sólidas e essenciais para iniciar o seu percurso no mundo do enoturismo.

Gostava de saber mais? ENTRE NESTA PÁGINA

Mas o melhor concelho de todos que lhe posso dar é:

Não acontece de um dia para o outro, nem nunca se sabe tudo sobre vinho e Enoturismo. É uma aprendizagem continua, uma pesquisa diária e muita vontade de saber mais. Mas, se se dedicar, vai conseguir trabalhar em Enoturismo!